Partilhar 
 

Na Funerária ANSELMOS, em Coimbra, compreendemos a dor,  a perda de um familiar e como é difícil nos momentos em que é dada essa triste notícia, das pessoas se lembrarem de tudo e que têm de fazer e do que vão necessitar para tratar do funeral.

 

A seguir indicamos quais são esses procedimentos, as informações e documentos necessários.

Documentos e Informações:

 


Os documentos necessários a reunir são:

  • Bilhete de Identidade ou passaporte do falecido

  • N.º de Contribuinte

  • N.º de Beneficiário ( Seg. Social, ADSE, Etc.)

 

As informações necessárias são:

  • O falecido tinha bens e quem são os herdeiros dos mesmos

  • Data e Local de Nascimento do Cônjuge

  • Data e Local onde foi contraído o matrimónio

  • Se houver descendentes, se algum é menor e o nome do Cabeça de Casal ou pessoa responsável pelo menor

  • Data e local onde foi decretado o divórcio (no caso do falecido ser divorciado)

 

É também conveniente informar a Agência Funerária quando da existência dos seguintes documentos:

  • Testamentos ou documentos de Doações

  • Alvarás de sepulturas (Campas de Família ou Jazigos)

  • Certidões de Nascimento do falecido com a atualização do estado civil ou do Cônjuge

  • Relatórios Médicos ou exames médicos do falecido

  • Outros documentos de interesse.

Óbito ocorrido em Unidade Hospitalar


Ao ocorrer a morte de um ente querido num estabelecimento hospitalar, a própria instituição informa os familiares do ocorrido.
Os familiares deverão com a maior brevidade possível entrar em contacto com a nossa Agência, mesmo antes de se dirigir à casa mortuária do hospital para que a Agência inicie todo o processo de preparação do corpo a fim de serem evitadas situações delicadas para os familiares.

De seguida o óbito será declarado pela Agência Funerária ANSELMOS à Conservatória do Registo Civil ou P.S.P. que por sua vez irão autorizar a realização do funeral.

 

Óbito ocorrido em lares


Quando da morte de um familiar que esteja internado num Lar de Idosos ou Casas de Saúde, os familiares serão informados pela instituição.
Aos familiares bastará contactar a Agência Funerária ANSELMOS, bem como informar a instituição, da agência que irá realizar o serviço fúnebre.
Todos os contactos necessários para a realização do funeral serão efetuados pela Agência Funerária ANSELMOS.

 

Óbito ocorrido no domicílio


O óbito quando ocorrido na residência da pessoa ou de alguém a quem o falecido estivesse a cargo, bastará que a referida pessoa ou familiar entre em contacto connosco.

Na Agência Funerária ANSELMOS, tratamos de tudo para realização do funeral do seu ente querido, desde entrar em contacto com Médico de Família, Médico assistente ou Delegado de Saúde, pároco e coveiro da área de residência, Junta de Freguesia, Sacristão.

Somos também quem irá declarar perante as Autoridades Competentes a ocorrência do óbito, nomeadamente, Conservatórias do Registo Civil ou Policia de Segurança Pública


Óbito ocorrido em outros locais


Quando o óbito ocorre na sequência de um acidente (de viação, afogamento, crime, etc.), deverá ser de imediato contactada a força policial competente da área onde o sinistro ocorreu. Esta por sua vez avisará a autoridade de saúde e delegado do Ministério Público da área do ocorrido.
Em casos desta natureza, é por lei decretada pelo Dr. Delegado do Ministério Público um exame de autópsia ao corpo do falecido pelo que usualmente, é proibido o contacto dos familiares com o corpo do falecido.
Os familiares deverão contudo contactar a Agência Funerária ANSELMOS pois esta é que será informada pelas autoridades oficiais da data e hora da realização do referido exame e que por sua vez irá manter os familiares ao corrente de como o processo está a decorrer.

Contacto
Agência Funerária Anselmos Lda
(Tentúgal)
Tentúgal - Documentação


Assistência funerária permanente 24 horas a óbitos em domicílios, lares, hospitais.

Rua D. Sisnando 22
3140-567 TENTÚGAL
( Montemor-o-Velho )
964 021 750
239 951 044